Descanso das Letras

Discussão acerca de Literatura
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 CRIAÇÃO COLETIVA DE SEXTINAS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5
AutorMensagem
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: CRIAÇÃO COLETIVA DE SEXTINAS   Dom 06 Maio 2012, 23:04

TEMA: AUSPÍCIO

Sob a guarida do tempo implacável
vão pelos ares os anos dourados,
os quais olvidam, ainda, o conselho...
Vão no intocável tecendo esperanças!
Quebram, sem medo, diversas promessas...
Pois que em soluços dissolvem segredos.


Sorvem augúrios, revelam segredos...
Quão não se apieda a natura implacável
eis que destroem o futuro e as promessas!
Retendo a posse aos tesouros dourados
sorvem angústias delindo esperanças.
A cada lágrima espera um conselho!


E é fato: não foi ouvido o conselho,
que em saudade não florescem segredos, (esse verso não está em Moinheira)


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
Miguel Eduardo Gonçalves



Mensagens : 126
Data de inscrição : 19/04/2012

MensagemAssunto: Re: CRIAÇÃO COLETIVA DE SEXTINAS   Dom 06 Maio 2012, 23:20

TEMA: AUSPÍCIO

Sob a guarida do tempo implacável
vão pelos ares os anos dourados,
os quais olvidam, ainda, o conselho...
Vão no intocável tecendo esperanças!
Quebram, sem medo, diversas promessas...
Pois que em soluços dissolvem segredos.


Sorvem augúrios, revelam segredos...
Quão não se apieda a natura implacável
eis que destroem o futuro e as promessas!
Retendo a posse aos tesouros dourados
sorvem angústias delindo esperanças.
A cada lágrima espera um conselho!


E é fato: não foi ouvido o conselho,
trancendem mágoas daqueles segredos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: CRIAÇÃO COLETIVA DE SEXTINAS   Seg 07 Maio 2012, 00:05

TEMA: AUSPÍCIO

Sob a guarida do tempo implacável
vão pelos ares os anos dourados,
os quais olvidam, ainda, o conselho...
Vão no intocável tecendo esperanças!
Quebram, sem medo, diversas promessas...
Pois que em soluços dissolvem segredos.


Sorvem augúrios, revelam segredos...
Quão não se apieda a natura implacável
eis que destroem o futuro e as promessas!
Retendo a posse aos tesouros dourados
sorvem angústias delindo esperanças.
A cada lágrima espera um conselho!


E é fato: não foi ouvido o conselho!
Transcendem mágoas daqueles segredos.
E assim prosseguem matando esperanças...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
Miguel Eduardo Gonçalves



Mensagens : 126
Data de inscrição : 19/04/2012

MensagemAssunto: Re: CRIAÇÃO COLETIVA DE SEXTINAS   Seg 07 Maio 2012, 07:55

TEMA: AUSPÍCIO

Sob a guarida do tempo implacável
vão pelos ares os anos dourados,
os quais olvidam, ainda, o conselho...
Vão no intocável tecendo esperanças!
Quebram, sem medo, diversas promessas...
Pois que em soluços dissolvem segredos.


Sorvem augúrios, revelam segredos...
Quão não se apieda a natura implacável,
eis que destroem o futuro e as promessas!
Retendo a posse aos tesouros dourados,
sorvem angústias delindo esperanças.
A cada lágrima espera um conselho!


E é fato: não foi ouvido o conselho!
Transcendem mágoas daqueles segredos.
E assim prosseguem matando esperanças...
Sem norte, que a escuridão implacável
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: CRIAÇÃO COLETIVA DE SEXTINAS   Seg 07 Maio 2012, 10:19

TEMA: AUSPÍCIO

Sob a guarida do tempo implacável
vão pelos ares os anos dourados,
os quais olvidam, ainda, o conselho...
Vão no intocável tecendo esperanças!
Quebram, sem medo, diversas promessas...
Pois que em soluços dissolvem segredos.


Sorvem augúrios, revelam segredos...
Quão não se apieda a natura implacável,
eis que destroem o futuro e as promessas!
Retendo a posse aos tesouros dourados,
sorvem angústias delindo esperanças.
A cada lágrima espera um conselho!


E é fato: não foi ouvido o conselho!
Transcendem mágoas daqueles segredos.
E assim prosseguem matando esperanças...
Sem norte, que a escuridão implacável (sem/nor/te/que-a-es/cu/ri/dão/im/pla/cá/vel) Essa Elisão: "que-a-es" é átona.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
Miguel Eduardo Gonçalves



Mensagens : 126
Data de inscrição : 19/04/2012

MensagemAssunto: Re: CRIAÇÃO COLETIVA DE SEXTINAS   Seg 07 Maio 2012, 10:54

TEMA: AUSPÍCIO

Sob a guarida do tempo implacável
vão pelos ares os anos dourados,
os quais olvidam, ainda, o conselho...
Vão no intocável tecendo esperanças!
Quebram, sem medo, diversas promessas...
Pois que em soluços dissolvem segredos.


Sorvem augúrios, revelam segredos...
Quão não se apieda a natura implacável,
eis que destroem o futuro e as promessas!
Retendo a posse aos tesouros dourados,
sorvem angústias delindo esperanças.
A cada lágrima espera um conselho!


E é fato: não foi ouvido o conselho!
Transcendem mágoas daqueles segredos.
E assim prosseguem matando esperanças...
Vida sutil se tornando implacável

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: CRIAÇÃO COLETIVA DE SEXTINAS   Ter 08 Maio 2012, 15:45

TEMA: AUSPÍCIO

Sob a guarida do tempo implacável
vão pelos ares os anos dourados,
os quais olvidam, ainda, o conselho...
Vão no intocável tecendo esperanças!
Quebram, sem medo, diversas promessas...
Pois que em soluços dissolvem segredos.


Sorvem augúrios, revelam segredos...
Quão não se apieda a natura implacável,
eis que destroem o futuro e as promessas!
Retendo a posse aos tesouros dourados,
sorvem angústias delindo esperanças.
A cada lágrima espera um conselho!


E é fato: não foi ouvido o conselho!
Transcendem mágoas daqueles segredos.
E assim prosseguem matando esperanças...
Vida sutil se tornando implacável,
Dando de lado aos augúrios dourados.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
Miguel Eduardo Gonçalves



Mensagens : 126
Data de inscrição : 19/04/2012

MensagemAssunto: Re: CRIAÇÃO COLETIVA DE SEXTINAS   Ter 08 Maio 2012, 17:10

TEMA: AUSPÍCIO

Sob a guarida do tempo implacável
vão pelos ares os anos dourados,
os quais olvidam, ainda, o conselho...
Vão no intocável tecendo esperanças!
Quebram, sem medo, diversas promessas...
Pois que em soluços dissolvem segredos.


Sorvem augúrios, revelam segredos...
Quão não se apieda a natura implacável,
eis que destroem o futuro e as promessas!
Retendo a posse aos tesouros dourados,
sorvem angústias delindo esperanças.
A cada lágrima espera um conselho!


E é fato: não foi ouvido o conselho!
Transcendem mágoas daqueles segredos.
E assim prosseguem matando esperanças...
Vida sutil se tornando implacável,
Dando de lado aos augúrios dourados.
É como estrela cadente, só promessas...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: CRIAÇÃO COLETIVA DE SEXTINAS   Qui 10 Maio 2012, 09:02

AUSPÍCIO

Sob a guarida do tempo implacável
vão pelos ares os anos dourados,
os quais olvidam, ainda, o conselho...
Vão no intocável tecendo esperanças!
Quebram, sem medo, diversas promessas...
Pois que em soluços dissolvem segredos.


Sorvem augúrios, revelam segredos...
Quão não se apieda a natura implacável,
eis que destroem o futuro e as promessas!
Retendo a posse aos tesouros dourados,
sorvem angústias delindo esperanças.
A cada lágrima espera um conselho!


E é fato: não foi ouvido o conselho!
Transcendem mágoas daqueles segredos.
E assim prosseguem matando esperanças...
Vida sutil se tornando implacável,
Dando de lado aos augúrios dourados.
É como estrela cadente, só promessas...

Mas o favor renovou as promessas...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
Miguel Eduardo Gonçalves



Mensagens : 126
Data de inscrição : 19/04/2012

MensagemAssunto: Re: CRIAÇÃO COLETIVA DE SEXTINAS   Qui 10 Maio 2012, 13:52

AUSPÍCIO

Sob a guarida do tempo implacável
vão pelos ares os anos dourados,
os quais olvidam, ainda, o conselho...
Vão no intocável tecendo esperanças!
Quebram, sem medo, diversas promessas...
Pois que em soluços dissolvem segredos.


Sorvem augúrios, revelam segredos...
Quão não se apieda a natura implacável,
eis que destroem o futuro e as promessas!
Retendo a posse aos tesouros dourados,
sorvem angústias delindo esperanças.
A cada lágrima espera um conselho!


E é fato: não foi ouvido o conselho!
Transcendem mágoas daqueles segredos.
E assim prosseguem matando esperanças...
Vida sutil se tornando implacável,
Dando de lado aos augúrios dourados.
É como estrela cadente, só promessas...

Mas o favor renovou as promessas...
Ponte ao destino sustenta um conselho


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: CRIAÇÃO COLETIVA DE SEXTINAS   Qui 10 Maio 2012, 14:22


AUSPÍCIO

Sob a guarida do tempo implacável
vão pelos ares os anos dourados,
os quais olvidam, ainda, o conselho...
Vão no intocável tecendo esperanças!
Quebram, sem medo, diversas promessas...
Pois que em soluços dissolvem segredos.


Sorvem augúrios, revelam segredos...
Quão não se apieda a natura implacável,
eis que destroem o futuro e as promessas!
Retendo a posse aos tesouros dourados,
sorvem angústias delindo esperanças.
A cada lágrima espera um conselho!


E é fato: não foi ouvido o conselho!
Transcendem mágoas daqueles segredos.
E assim prosseguem matando esperanças...
Vida sutil se tornando implacável,
Dando de lado aos augúrios dourados.
É como estrela cadente, só promessas...

Mas o favor renovou as promessas...
Ponte ao destino sustenta um conselho
amplo aos que lembram os anos dourados.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
Miguel Eduardo Gonçalves



Mensagens : 126
Data de inscrição : 19/04/2012

MensagemAssunto: Re: CRIAÇÃO COLETIVA DE SEXTINAS   Qui 10 Maio 2012, 16:23

AUSPÍCIO

Sob a guarida do tempo implacável
vão pelos ares os anos dourados,
os quais olvidam, ainda, o conselho...
Vão no intocável tecendo esperanças!
Quebram, sem medo, diversas promessas...
Pois que em soluços dissolvem segredos.


Sorvem augúrios, revelam segredos...
Quão não se apieda a natura implacável,
eis que destroem o futuro e as promessas!
Retendo a posse aos tesouros dourados,
sorvem angústias delindo esperanças.
A cada lágrima espera um conselho!


E é fato: não foi ouvido o conselho!
Transcendem mágoas daqueles segredos.
E assim prosseguem matando esperanças...
Vida sutil se tornando implacável,
Dando de lado aos augúrios dourados.
É como estrela cadente, só promessas...

Mas o favor renovou as promessas...
Ponte ao destino sustenta um conselho
amplo aos que lembram os anos dourados.
E não por menos afloram segredos

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Miguel Eduardo Gonçalves



Mensagens : 126
Data de inscrição : 19/04/2012

MensagemAssunto: Re: CRIAÇÃO COLETIVA DE SEXTINAS   Sab 12 Maio 2012, 15:46

RONALDO RHUSSO escreveu:
Triste sorte de Alzira?

Ah! Não venhas tu Alzira
enganar-me uma vez mais!
Tu tens sete tretas, louca!
E o que eu mais quero hoje é paz.
Todo o ardor foi só mentira...
Enganar-me é coisa pouca?

Enquanto há farinha pouca,
Catas teu quinhão, Alzira!
Mas quase tudo é mentira:
Muito de ti nem sei mais!
Cheguei a perder a paz
Tua tens a alma mais louca!

Mas não penses que és só louca!
Virtude, se tens, é pouca!
Não sabes viver em paz.
Triste sorte, a tua, Alzira...
Contigo não posso mais;
negar isso é vã mentira

e eu não suporto mentira,
pois é mal de gente louca!
Vou dizer-te uma vez mais:
"Virtude, se tens, é pouca"!
E não é qualquer Alzira
que me tira toda a paz!

Mas vamos viver em paz?
Deixa de lado a mentira.
vem pro lado bom Alzira;
declinar é coisa louca!
Ideia da coisa pouca
Que não deve pensar mais.

Esquece a mentira, e mais,
Viaje do inferno à paz,
Que se a vida é coisa pouca,
Você a fez de mentira,
Por deixá-la assim tão louca
À tirana sorte, Alzira.

Alzira, queira não mais,
Louca, afastar-se da paz,
Mentira é fortuna pouca!


Miguel Eduardo Gonçalves, Paulo Camelo e Ronaldo Rhusso

RONALDO, POR FAVOR, ALTERE OS VERSOS QUE FIZ, COMO ACIMA (EM MINHA ÚLTIMA POSTAGEM), DEIXANDO-OS NA SEGUNDA PESSOA. GRATO, MIGUEL-
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: CRIAÇÃO COLETIVA DE SEXTINAS   Dom 13 Maio 2012, 17:53

Triste sorte de Alzira?

Ah! Não venhas tu Alzira
enganar-me uma vez mais!
Tu tens sete tretas, louca!
E o que eu mais quero hoje é paz.
Todo o ardor foi só mentira...
Enganar-me é coisa pouca?

Enquanto há farinha pouca,
Catas teu quinhão, Alzira!
Mas quase tudo é mentira:
Muito de ti nem sei mais!
Cheguei a perder a paz
Tua tens a alma mais louca!

Mas não penses que és só louca!
Virtude, se tens, é pouca!
Não sabes viver em paz.
Triste sorte, a tua, Alzira...
Contigo não posso mais;
negar isso é vã mentira

e eu não suporto mentira,
pois é mal de gente louca!
Vou dizer-te uma vez mais:
"Virtude, se tens, é pouca"!
E não é qualquer Alzira
que me tira toda a paz!

Mas vamos viver em paz?
Deixa de lado a mentira.
vem pro lado bom Alzira;
declinar é coisa louca!
Ideia da coisa pouca
Que não deve pensar mais.

Esqueça a mentira, e mais,
Viajes do inferno à paz,
Que se a vida é coisa pouca,
tu a fizeste mentira,
por deixá-la assim tão louca
à tirana sorte, Alzira.

Alzira, queiras não mais,
Louca, afastar-te da paz,
Mentira é fortuna pouca!



Miguel Eduardo Gonçalves, Paulo Camelo e Ronaldo Rhusso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: CRIAÇÃO COLETIVA DE SEXTINAS   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
CRIAÇÃO COLETIVA DE SEXTINAS
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 5 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5
 Tópicos similares
-
» Criação/Manipulação de Campos de Força
» 3ª Expo Cloth Myth, 2 e 3 de Abril.
» Podcast Revolution #008 - Criação do Fórum Cloth Myth Revolution
» PAP Criação de uma coluna Grega
» Criações Livres

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Descanso das Letras :: PRODUÇÃO LITERÁRIA :: Sextina-
Ir para: