Descanso das Letras

Discussão acerca de Literatura
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Décimas em Redondilhas Maiores

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1517
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Décimas em Redondilhas Maiores   Seg 15 Nov 2010, 23:08

Sem ti...

Sem ti perco todo o tino
e me jogo em precipício
de versejar com auspício
que acredito ser destino...
Sem ti já não mais atino,
qual menino, pro real.
Eu me afundo em areal
desejando o fim da vida
que sem ti será vivida
má quimera terreal...



Sem ti vago pelas ruas
sem saber como viver;
sem saber porque o sofrer
deixa as almas, assim, cruas...
Sabes que são todas tuas
todas virtudes em mim?
Mas se não vens será o fim
dessa minha existência...
És a minha quintessência;
sem ti nem sei pro que vim...



Eu gosto dos teus agrados;
sem ti tudo é tão vazio...
Penso em voltar para o Rio
e deixar esses enfados...
Fico olhando para os lados
como quem procura um sonho...
Sem ti juro que me ponho
a viver sempre acordado;
o coração renegado...
Sem ti ao viver me oponho...


Seria um grande erro
não entender que sem ti
não vale estar por aqui.
Dentre em mim vazio, desterro,
clima qual se fosse enterro
de um passado tão bonito...
Quase me escapa outro grito:
Bem brilhar de novo em mim!
És meu Shangri-lá, enfim...
Sem ti digo sem ter dito...


Sem ti minha pobre vida
é tão somente um rascunho
escrito de próprio punho
por pessoa decidida
da ironia soltar brida,
pois sem ti tudo é irônico,
qual se o mundo fosse cônico
e eu vivesse lá no extremo
pontiagudo... E eis que tremo;
sem ti, sei, serei lacônico...



Sem ti já não tenho abrigo
e cada verso que escrevo
me faz pensar quanto devo
pelas horas que em perigo
deste-me teu ombro amigo.
Tua ausência me compele
a sentir forte na pele
o que a abelha sente, em fel,
quando lhe roubam o mel.
Sem ti o ar de mim se dele...


Volta logo sem demora!
Continuo esperançoso
Fico aqui no aguardo ansioso
do poente à luz d'aurora,
pois, sem ti, meu peito chora...
Quero tanto o teu calor!
És a mais perfeita flor!
Sem ti não vou conseguir
prosseguir nesse existir
que é constantemente dor...


Tu és estrela no céu
e eu me guio pela luz
que, singela, me conduz
sem praticar um labéu
a transpor mui denso véu!
Sem ti perco esse caminho
e é bem certo que definho
por isso retorna logo;
é carente que te rogo;
não sei viver tão sozinho...



A esperança nunca morre
e eu espero tua volta!
Vem, querida! Vem! Se solta
pra dentro de mim escorre...
De ti quero mais que um porre;
quero todo a tua essência!
Quero a tua transparência;
teu desvelo, tudo, enfim.
Disseste que é só pra mim,
mas, sem ti, vem a demência...


A inconstância faz de mim
ser constante a repetir-se.
Mas eu te lembro a despir-se
e, sem ti, parece o fim.
Mas vou dizer a que vim
para não deixar segredo:
Vim pra dizer do meu medo
de não te ver mais sorrir!
Vim para inda insistir
que tu morreste mui cedo...


Esse calor que ainda trago
é o que me deixa bem certo
de que sem ti aqui perto
é para mim grande estrago!
Se insisto e não desairrago
a minha ideia que é forte
a causa é ter-te qual sorte
em tempos de Eternidade;
em tempos sem a maldade;
por musa, amiga e consorte...



Vago no sidéreo espaço,
no horizonte de mim mesmo,
pois sem ti eu vivo a esmo;
a sonhar com teu regaço.
Eu nem sei mais o que faço;
sou só sombra do que fui...
Cada por do sol me instrui
a esperar por tua luz.
Essa espera me conduz
a querer o que de ti flue...


Eu te quero com loucura
e não vejo a linda hora
em que digas que a demora
era charme, graça pura.
Eis que a alma me assegura
que sem ti nada é sublime,
pois teu beijo em mim imprime
novo vigor pra lutar.
Então fico a te esperar
sem ligar se recriminem...


O nosso ninho de amor
fica incompleto sem ti.
Falta assim nunca senti;
é como a mais forte dor!
Dá saudade o teu ardor;
fico como a ver navios...
Os dias são bem mais frios
e o Inverno não termina.
Será que essa é minha sina
morrer no mar como os rios?

Ronaldo Rhusso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Décimas em Redondilhas Maiores   Ter 16 Nov 2010, 16:16

texto em revisão


Última edição por Obed de Faria Junior em Dom 28 Nov 2010, 05:39, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
rommel

avatar

Mensagens : 186
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 30
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Décimas em Redondilhas Maiores   Sex 19 Nov 2010, 20:20

Quantas estrofes precisa ter?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.poesiaretro.blogspot.com
JUDAHBEN-HUR

avatar

Mensagens : 23
Data de inscrição : 19/11/2010

MensagemAssunto: Re: Décimas em Redondilhas Maiores   Sex 19 Nov 2010, 20:32

Fica a teu critério, poeta!

rommel escreveu:
Quantas estrofes precisa ter?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1517
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Perguntas...   Qui 25 Nov 2010, 17:38





É meu passo tão ligeiro
que não vês a silhueta
Quando, em meio à pirueta,
te ofereço, assim, certeiro,
cada verso, por inteiro,
ao dizer-te: agora, prenda,
não te canses, reprimenda
é pra mim somenos fato,
menos ‘té que o desacato,
pois que sou difusa lenda?



É meu canto exagerado
tanto que te tome a fala
e assim como quem resvala
no auspício do passado,
mas que, frágil, deu errado,
rouba o fôlego, sobejo
d’outro dia de festejo
no qual tínhamos um plano
que era pleno e ledo engano
e te assusta nesse ensejo?



São meus sonhos só quimeras
tão menores que a violência
do negar-me a anuência,
tu, que sempre assim quiseras
mas me jogas cedo às feras
como quem perde a memória
esquecendo que a história
está dentro de tua mente
desejando, num repente,
relembrar de cada glória?



São meus versos desprezíveis
para que me negues vida,
tu que não tivestes brida
com desejos impossíveis,
mas pra mim sempre aprazíveis,
visto serem meu remédio
contra o vil e enorme tédio
nos momentos de loucura
procurando, em vão, a cura
que afastava o mau assédio?



É ou são? Tu me respondas
antes que me nasçam asas
e por sobre algumas casas
te procure como onda
que ligeira vai e sonda
o rochedo grande e duro
que parece mais um muro,
mas aos poucos vai cedendo...
Posto que esteja morrendo,
com mi’a luz acendo o escuro!


Ronaldo Rhusso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1517
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Décimas em Redondilhas Maiores   Sab 27 Nov 2010, 22:43

Carmim

Essa derme adormecida
Tem o poder de lembrar
Seja nesse respirar
Ou na trama não vivida
Que tirei a mão da brida
Por excesso de querer
Tudo o que eu nem posso ter,
Pois a fonte está fechada
E eu pressinto na fachada
Que querer nem é poder!

Mas a noite é inimiga
É mais longa, é de outono
E onde foi parar o sono?
Tico e Teco nessa briga
De me confundir periga
E eu já nem aguento mais,
Mas não vale olhar atrás
Todo mês a mesma sina:
Me derrubam, desanimam
Impedimentos legais...

Ronaldo Rhusso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Décimas em Redondilhas Maiores   Dom 28 Nov 2010, 09:07

Percalços

Desabou um temporal,
E levou o meu telhado,
Fez o pobre do sobrado,
Virar triste lamaçal.
Eu, chorando, passei mal,
Pois perdi tudo que tinha.
Sem o teto da casinha,
Enfrentando contratempo,
Fui morar por, algum, tempo,
Na capela da igrejinha.

Eu passei por muito apuro!
Sem um teto e sem guarida,
Nunca, dei-me por vencida.
É verdade que dei duro,
Para alçar novo futuro,
Pensei ser até doutora,
Fui, portanto, sonhadora.
Mas eu juro, não lamento,
Fui buscar conhecimento,
Hoje eu sou professora!

Os percalços dessa lida,
Fazem nosso aprendizado.
Tanto o bom e o mal bocado,
São legados que na vida,
Tem seu fim na despedida.
Dessa forma tudo, enfim,
Tanto o bom quanto o ruim;
Seja rico, seja pobre,
Arrogante, também, nobre.
Todos vão pro mesmo fim!


Edith Lobato

Esta é minha primeira entrada no fórum. Meu objetivo aqui é estudar, aprender, por isso gostaria de ler as crítca para este texto.
Bom domingo a todos!


Última edição por Edith Lobato em Qua 01 Dez 2010, 15:59, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
JUDAHBEN-HUR

avatar

Mensagens : 23
Data de inscrição : 19/11/2010

MensagemAssunto: Re: Décimas em Redondilhas Maiores   Dom 28 Nov 2010, 09:58

Olá, Edith!

Aqui vai ser difícil aparecer gente que ainda não esteja aprendendo...

Tem o Paulo Camelo, cuja estrada é indiscutível, bem como sua paciência em compartilhar conosco os seus caminhos percorridos.

Também menciono o Tambelli que tem um percurso menor, mas prima por trazer informações sempre muito bem elaboradas, resultado de pesquisa intensa e muito bem feita.

Já conheço o seu trabalho, e, apesar de que o Paulo Camelo seja a pessoa mais indicada para criticar ou comentar essa tua obra de arte, eu vi aí uma história muito bem delineada.

Gosto desse estilo amartelado e, se eu não estiver equivocado peço que você mesma confira, pois sei que tens conhecimento acerca, visto acreditar que:

Fui buscar conhecimento,
Hoje, eu sou professora!



Ficaria melhor pontuado assim:

Fui buscar conhecimento:
Hoje eu sou professora!

Mas aí nem sei se interessa essa interferência porque o poema está lindo e muito bem metrificado!


Edith Lobato escreveu:
Percalços

Desabou um temporal,
E levou o meu telhado,
Fez o pobre do sobrado,
Virar triste lamaçal.
Eu, chorando, passei mal,
Pois perdi tudo que tinha.
Sem o teto da casinha,
Enfrentando contratempo,
Fui morar por, algum, tempo,
Na capela da igrejinha.

Eu passei por muito apuro!
Sem um teto e sem guarida,
Nunca, dei-me por vencida.
É verdade que dei duro,
Para alçar novo futuro,
Pensei ser até doutora,
Fui, portanto, sonhadora.
Mas eu juro, não lamento,
Fui buscar conhecimento,
Hoje, eu sou professora!

Os percalços dessa lida,
Fazem nosso aprendizado.
Tanto o bom e o mal bocado,
São legados que na vida,
Tem seu fim na despedida.
Dessa forma tudo, enfim,
Tanto o bom quanto o ruim;
Seja rico, seja pobre,
Arrogante, também, nobre.
Todos vão pro mesmo fim!


Edith Lobato

Esta é minha primeira entrada no fórum. Meu objetivo aqui é estudar, aprender, por isso gostaria de ler as crítca para este texto.
Bom domingo a todos!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1517
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Décimas em Redondilhas Maiores   Dom 02 Out 2011, 08:50

Desencontros são normais
Nisso que chamamos vida.
Quando a porta de saída
É estreita por demais
O sair não satisfaz,
Mas pode ser que não haja
Outra escolha: não “viaja”!
Pega o trem sem a bagagem
Pois ficar é, sim, bobagem.
Não demora! Vamos! Aja!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1517
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Décimas em Redondilhas Maiores   Dom 09 Out 2011, 11:04

Realidade...

Sei que anjos veem distante,
Mas cadê que eles se enxergam?
E quando suas asas vergam
Pode haver ser mais massante?
Não suporta um rasante...
Já não pode proteger
A si mesmo ou outro ser,
Pois com fim já decretado
Vai definhando calado;
Vai morrendo sem morrer.


Anjo velho e imprestável
É enfado ao Universo!
Antissocial, disperso
Do real. Que lamentável!
O passado, memorável,
Fica até envergonhado!
Fica desmoralizado
Pelo atuar escasso
Coroado de fracasso
Digno de ser lamentado...


Sobe frágil a montanha
E o olhar fica perdido
Fixo em algo já vivido:
Em uma antiga façanha
Que foi grande, foi tamanha
A ponto de ser lembrada,
Mas que já não vale nada
Porque sabe em seu eu
Que passado é pra museu
E pra alma amargurada...


Homem Raio envelhece
E se torna olvidado.
Sabe que ser rejeitado
É algo que lhe acontece
Porque de fato merece.
Sabe que não tem futuro
E que mesmo sendo duro
Escutar o coração
A dizer-lhe um outro não
É melhor que um sim escuro...


Resta-lhe olhar pra frente
Porque ele ainda tem brio
E encara a sangue frio
Sua condição recente,
Pois se é anjo é decente
Mesmo velho e dispensável.
Anjo é sempre um ser amável
E consegue até sorrir
Do inútil existir;
Tem um humor invejável!


Quando declarou amor
Uma ou outra vez na vida
Foi um sentir sem medida
Cheio do mais puro ardor
Do tipo que dói sem dor!
Para toda uma existência
Amar e com excelência
Duas vezes é tão raro
Que para encerrar declaro:
É uma linda experiência!



Ronaldo Rhusso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1517
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Décimas em Redondilhas Maiores   Sab 31 Dez 2011, 21:31


Desatino

Novo ano, nova conta!
Esse povo não aprende
E ao endividar se rende...
Eis que o ano inda desponta
E só de olhar amedronta,
Pois vai ter que trabalhar,
Metade só pra pagar
O que até já estragou.
Mas o cartão estourou,
Não adiantará chorar!

'
Com as dívidas rolando
O bichinho vai mui triste!
Mas é bom que não desiste
E mesmo se estropiando,
Mais dinheiro vai pegando
E o calote só aumenta!
O danado nem esquenta!
Espera por cinco anos
E já vai fazendo planos
Que nem o capeta inventa!

'
Brasileiro é um aprendiz!
Mas por que só aprende o mal?
Dá calote e se acha o tal!
Diz que é sempre mui feliz
Diz que errou, mas que nem quis.
Mas repete novamente
Vive a plantar "semente"
É um encher de "bucho" "a rodo"!
Nem se toca que é engodo...
Faz filhote de emergente...

'
Sem amor, sem paz, sem Deus.
Com nenhuma esperança!
Sonham com a abastança,
Pois não querem ser plebeus.
Mas cultivam pobres "eus"
E não querem estudar
A preguiça é de amargar
Dizem ser os rejeitados.
Mas são só teleguiados
Querem Funk pra dançar!

RRhusso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1517
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Décimas em Redondilhas Maiores   Sab 31 Dez 2011, 21:36

Rimando

Ser poeta é ir ao fundo
desse mar de inspiração
pra pescar muita emoção
e enfeitar feio do mundo!
Sou poeta e mui abundo
em parlar que edifica
E se a rima se complica
Deixo a métrica de lado
Sou poeta bem armado
que a encantar mui se dedica!


'

Sei rimar lã com carneiro,
Luar com paixão latente...
Rimo riso com plangente;
Rimo o sentir por inteiro!
Rimo o agora e o derradeiro;
Rimo o côncavo e o convexo;
Rimo gemido no sexo
Rimo a fome com fartura
Rimo a flor co’a coisa dura;
Rimo simples com complexo!

'

Só não rimo inimizade,
Pois não gosto dessa estrada.
Não rimo com coisa errada;
Não rimo animosidade.
Digo com seriedade:
“Pra tristeza não tem rima”!
Não rimo com o que deprima
Meu leitor e meu amigo.
Rimar com dor não consigo;
Nem com pavoroso clima!

'

Mas poeta é fingidor.
Já o dissera outra Pessoa...
Ser poeta é coisa boa!
Festejar em prosa e verso...
É, do mundo, estar disperso;
É ter alma multicor.
É provar do bom sabor
Da ambrosia do Olimpo
É ter o caráter limpo
É comemorar o amor!


Ronaldo Rhusso

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1517
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Décimas em Redondilhas Maiores   Ter 21 Fev 2012, 09:48

UM AMOR DE OLHAR.... OU BRILHO N'ALMA E N'OLHAR.... (DUET)

Eu senti e foi tão belo!
Meu olhar brilhou intenso!
Teu encanto... Tão imenso!
Algo assim qual grande anelo! (Ronaldo Rhusso)

BRILHO NA’ALMA E NO OLHAR...

Senti no ar tua chegada
Olor tão suave, singelo.
Como florada orvalhada
Flores em cor de amarelo...
Um olhar enternecido
No teu foi pedir morada;
Fez teus olhos um castelo.
Querer assim descabido -
Um olhar em disparada -
EU SENTI E FOI TÃO BELO! (Roseane Ferreira)


Irradiou-me este estribilho:
“- Nossa! Fiquei encantado".
Déles de mim todo o enfado;
Teu sorrir do Sol é filho!
Ah! "Solzinho", perco o trilho!
E esse sentir é tão denso...
Faz-me forte e em luta eu venço!
Faz-me sentir muito amado!
Ao te ver, abençoado,
MEU OLHAR BRILHOU INTENSO! (Ronaldo Rhusso)




Na voz sabor aprazível
Um sorriso largo, intenso!
No quão és ser tão sensível
Não esqueço, sempre penso.
Como presente, vieste.
Contigo é querer possível;
As Horas tristes compenso...
Mais sentido a vida deste.
Tão claro quanto visível,
TEU ENCANTO... TÃO IMENSO! (Roseane Ferreira)




Se eu tivesse uma outra vida
Terias de tê-la também!
Felicidade convém;
Melhor se for dividida!
Sim, sou alma decidida!
Toco-te qual fosses "cello"!
Em prazer eu te desvelo,
Mas me sinto muito aquém,
Pois és bem melhor que cem!
ALGO ASSIM QUAL GRANDE ANELO! (Ronaldo Rhusso)

Roseane Ferreira
&
Ronaldo Rhusso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1517
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Décimas em Redondilhas Maiores   Sab 05 Maio 2012, 21:08

Day by day

Hoje foi muito agitado
com direito a gran finale;
algo que há mim muito vale.
Foi bom o aprendizado
e estou, de fato, animado!
Houve um "adeus" e sorri,
pois quero ficar aqui
sem suportar a cobrança
e a repentina mudança.
O mais fingi que nem vi...

Ronaldo Rhusso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
Miguel Eduardo Gonçalves



Mensagens : 126
Data de inscrição : 19/04/2012

MensagemAssunto: Re: Décimas em Redondilhas Maiores   Dom 20 Maio 2012, 19:52

-


Última edição por Miguel Eduardo Gonçalves em Qui 21 Ago 2014, 14:37, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1517
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Décimas em Redondilhas Maiores   Qua 06 Nov 2013, 07:42

Heil1, nada!

Nem todo dia nasce uma desgraça,
mas quando nasce, juro, o caso é sério!
Não sei se é do destino algum mistério
com fins de demonstrar sua pirraça
ou de podar do humano a humana raça...
Ele não foi ruim! Vou lhes falar:
pra ser ruim urgia melhorar
uns cem por cento ou mais, eu lhes garanto!
O sujeito é sinônimo de pranto
e a ele eu deveria olvidar...

Eu, menos indicado, pra compor
uma homenagem inversa para o mal
pensei em não xingar e agir normal,
mas Hitler é soluço e causa dor;
filho da fruta mãe do dissabor!
Que nunca nos furtemos à lembrança
do vil passado, pois traz esperança
de jamais repetir-se o empenhar
em quem é mais salgado do que o mar
o apoio e decidida confiança...

1 Heil (rai) Parte da saudação ao monstro nazista.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1517
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Décimas em Redondilhas Maiores   Qua 06 Nov 2013, 07:43

Libertas Quae Sera Tamen...

Tarefa nada fácil dissertar
acerca desse grande patriota
que do seu grande exemplo deu a cota
com fins de nossa pátria libertar
do jugo de quem vinham-na estuprar.
Morrer e ser herói. Quem é que quer?
Mais fácil ser traidor, qual Xavier!
Ainda assim o Alferes foi em frente
mostrando grande brio Inconfidente
pra nossa geração e pra que vier...

Na vida de herói
nem tudo são flores,
pois sempre nos dói
agir de traidores...

Por partes trataram Tiradentes...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1517
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: A Hora do Brasil!   Dom 03 Jan 2016, 04:46





Repente em Redondilhas Maiores (septissílabo). 

Redondilha é o nome dado, a partir do Século XVI aos versos de cinco (menor) ou sete (maior) sílabas — a chamada medida velha. Muito utilizada no esquema rímico acima abbaaccddc pela excelente poeta chilena Violeta Parra, imortalizada em músicas interpretadas por Mercedes Sosa, cantora argentina. 

Foi a 3 de janeiro de 1938 que o Programa A Hora Do Brasil tornou-se de divulgação obrigatória em Cadeia Nacional (criado por Armando Campos, amigo de Getúlio Vargas, intentando ajuda-lo colocando suas ideias para a população escutar e, assim, serem a favor de seu governo e que em 1971 mudou para A Voz do Brasil). Hoje a audiência é tão irrisória que nem faz sentido ter o Programa veiculado. 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1517
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Elis Regina   Ter 19 Jan 2016, 06:42




É uma Elegia, mas dessa vez, em Martelo Agalopado (poemas em décimas com tônicas nas 3as, 6as e 10s sílabas poéticas). A estrutura rímica é abbaaccddc. Cantadores do nordeste gostam muito desse formato e o utilizam com indizível maestria. 
 
Em 19 de janeiro de 1982, morreu Elis Regina, em São Paulo, por intoxicação exógena aguda. O corpo da cantora foi levado para o Teatro Bandeirantes, onde foi velado. Elis vestia a camiseta que não pôde ser usada no show Saudade do Brasil, com seu nome no lugar de Ordem e Progresso, da bandeira brasileira. Foi apelidada de Pimentinha, pelo maestro Tom Jobim. É quase unanimidade a opinião de que foi a maior de todas as intérpretes musicais brasileira.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1517
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: "PELOS (de ratos)   Qui 21 Abr 2016, 16:47

"PELOS (de ratos)"...

Pelos povos brasileiros
De Norte a Sul, Leste e Oeste
Pelos heróis do Nordeste
Por proletários guerreiros
Pelo suor dos roceiros
Pelo pão de cada dia
Pela carta de alforria
Festejada na senzala
E um Brasil que não se cala:
Meu NãO para a hipocrisia!

Pelos que foram findados
Nos porões da ditadura
Aos que sofreram tortura
E aos que foram exilados
Por cada corpo chorado
Por toda mãe que sofria
E todo pai que não dormia
Chorando a perda de um filho
Por um país com mais brilho:
Meu NãO pra demagogia!

Pelos mártires de Eldorado
Pelos milhões de Allendes
Por Betinho, Chico Mendes
E Marighella assassinado...
Por um povo maltratado
Padecendo de agonia
Que se enche de alegria
Vendo a água no sertão
Por nossa transposição:
Meu NãO pra essa tirania!

Pelos que venceram a fome
Pela expansão do REUNI
Pelas bolsas do PROUNI
Pelo FIES, pra que some
Fazendo o pobre ter nome
Que só rico possuía
Medicina, Engenharia
Odonto, Fisio e Direito
Por um Brasil com respeito:
Meu NãO à peniafobia!

Por Deus e por Oxalá
Por Cristo e por Maomé
Pela Umbanda e Candomblé
Por Buda e pela Torá
Por Lutero e o Orixá
Por Kardec e por Maria
Pela fé que profecia
Por ateus e outros mais
Por sermos todos iguais:
Meu NãO pra xenofobia!

Pelos pelos desses ratos
Eu sinto imensa vergonha
E pelos sonhos de quem sonha
Pra sempre seremos gratos!
Pelos brasis de retratos
De gente que pensa e cria
No teatro, na poesia
Na música, esporte e na dança
Por um país de esperança:
Meu NãO pra essa oligarquia!

Pelos povos das favelas
Pelo nosso agricultor
A honra do professor
Mais comida nas panelas
Negros, índios: Raças belas
Direitos da minoria
O sonho da moradia
Por nossas grandes conquistas
Por um país sem golpistas:
MEU SIM À DEMOCRACIA!"

Oséas Rodrigo Rego Ferreira - Pau dos Ferros/RN
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1517
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: NÃO SE CALEM OS HONESTOS!   Seg 16 Maio 2016, 01:15

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1517
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: SANTIAGO DE COMPOSTELA   Ter 17 Maio 2016, 11:37



Em 17 de maio de 1993, O Caminho de Santiago é declarado patrimônio cultural europeu pelos ministros da Cultura da União Europeia.
A Poesia paira no ar daquele Caminho...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1517
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: DISCURSO...   Qua 18 Maio 2016, 11:40



Estes dois Repentes em Redondilhas visam recordar esse ritmo gostoso e que torna aprazível a leitura e a composição. Inspirado no gosto dos patrícios pelo Fado, deixei escapar um pouco da luz que me veio a respeito...


O dia 18 de maio marca a visualização da cauda do Cometa Halley (1910) e o sacrifício de cerca de 4 mil frangos em Bangladesh por estarem “gripados” (2007)... Mundo doido, sô!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1517
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: DIA DO ABRAÇO   Dom 22 Maio 2016, 03:23



Já deu seus sete abraços hoje? Dizem que precisamos dessa quantidade diária para que nosso corpo produza bastante endorfina, que acarreta em saúde, alegria...

Não esqueça! 22 de maio! Dia do abraço! No Brasil, é claro! Internacionalmente é dia da biodiversidade e da ideia! Quer mais bio (vida) diversidade e ideia melhor que um abraço gostoso?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1517
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: ARRELIA, O PALHAÇO!   Seg 23 Maio 2016, 04:20




Na chuva de Repentes em Redondilhas maiores desse mês de maio reservei o dia de hoje para relembrar o grande Arrelia, palhaço grande e desengonçado que alegrou três gerações!

Waldemar Seyssel, o Arrelia, faleceu aos cem anos de idade no dia 23 de maio de 2005.


lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Décimas em Redondilhas Maiores   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Décimas em Redondilhas Maiores
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» MIG-21 PF - ACADEMY - 1-48 - FORÇA AEREA DO EGITO - FINALIZADO
» [Raio Z] Entrevista a Diana Costa e Silva: “Os meus maiores desafios são em teatro.”

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Descanso das Letras :: PRODUÇÃO LITERÁRIA :: Décimas-
Ir para: