Descanso das Letras

Discussão acerca de Literatura
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 ENTREVISTA COM PAULO CAMELO

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
rommel

avatar

Mensagens : 186
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 29
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: ENTREVISTA COM PAULO CAMELO   Qui 18 Nov 2010, 20:54


Começa aqui a entrevista com Paulo Camelo. Usuários podem postar perguntas e aguardar respostas desde que tudo seja adequadamente. Eu cumprirei a obrigação de organizar a entrevista, como um mediador, sendo assim, sugiro que as perguntas sejam numeradas.1-


1- Paulo Camelo, para início de conversa, diga-nos sua formação acadêmica, atuação profissional e de que lugar do Brasil você é.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.poesiaretro.blogspot.com
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1516
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: ENTREVISTA COM PAULO CAMELO   Sab 20 Nov 2010, 16:54

Eu estava esperando a resposta à primeira pergunta, mas vou deixar logo a segunda:

2 - Pode parecer irrelevante, pois nordestino já nasce poeta, porém quando percebeste que tinhas o dom?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
Joseph Shafan

avatar

Mensagens : 72
Data de inscrição : 14/11/2010
Idade : 63
Localização : São Sebastião - SP

MensagemAssunto: Re: ENTREVISTA COM PAULO CAMELO   Sab 20 Nov 2010, 18:04

3- Tenho um conhecimento de todo o seu esforço em auxiliar (e muito) a constituição da wikipedia em língua portuguesa, pelo que os usuários em língua portuguesa da web têm muito o que agradecer. Pergunto então, há quanto tempo você se envolve nesse grandioso trabalho de contribuição e o que você poderia nos contar a respeito da sua relação com a Internet?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://recantodasletras.uol.com.br/autores/shafan
Paulo Camelo

avatar

Mensagens : 76
Data de inscrição : 18/11/2010
Idade : 69
Localização : Recife

MensagemAssunto: Re: ENTREVISTA COM PAULO CAMELO   Ter 23 Nov 2010, 17:47

rommel escreveu:

1- Paulo Camelo, para início de conversa, diga-nos sua formação acadêmica, atuação profissional e de que lugar do Brasil você é.

Sou médico, formado em 1971 pela Universidade Federal de Pernambuco. Fiz Mestrado em Microbiologia e Imunologia na Escola Paulista de Medicina e, depois, Especialização em Administração de Serviços de Saúde (UFPE/INAD).
Trabalhei inicialmente como datilógrafo no laboratório de análises de meu irmão (também médico). Depois, iniciei minha carreira pública, meio sem contrato, meio sem nada, mas que foi averbado e oficializado em 1965, como auxiliar de laboratório. (Eu ainda não prestara exame vestibular.) Após minha formatura, houve a contratação como médico. E assim fiquei até a aposentadoria, em 1997. Eu não queria parar, mas já tinha tempo de serviço. Recebi uma intimação irrecusável para ser recontratado (terceirizado), e continuei, dessa vez como Consultor em Faturamento Hospitalar. Fiquei nesse cargo até o mês passado. Agora estou aposentado e demitido. Laughing Ainda aguardando volta (sei lá!) prometida.
Nesse ínterim, aprendi a trabalhar em gráfica com editoração (naquele tempo chamava-se composição, diagramação, arte final...) e em informática, fazendo programas em Clipper, coisa que me ajudou bastante em minhas atuações no serviço público e fora dele.
Sou pernambucano, do Recife.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.camelo.recantodasletras.com.br
Paulo Camelo

avatar

Mensagens : 76
Data de inscrição : 18/11/2010
Idade : 69
Localização : Recife

MensagemAssunto: Re: ENTREVISTA COM PAULO CAMELO   Ter 23 Nov 2010, 17:54

RONALDO RHUSSO escreveu:

2 - Pode parecer irrelevante, pois nordestino já nasce poeta, porém quando percebeste que tinhas o dom?

Fiz meu primeiro poema (uma paródia) em 1966, quando o Brasil perdeu para Portugal na Copa do Mundo.
Em 1967, ainda na paquera com aquela que seria (e é) minha mulher, fiz meu primeiro poema de verdade, em redondilha, em estrofes de 5 versos (eu já iniciei inovando), mas ainda com um ritmo imperfeito. Continuei a fazer alguns poemas esparsos e a os esconder. Só os mostrava a quem eu achava que podia ver sem "gozar com a minha cara". Até que um dia uma interlocutora minha, sem conhecer uma única letra de minha autoria, disse-me:"Paulo, tu és um poeta!". E eu retruquei: "Como sabias?". A partir daquele momento, abriu-se-me a consciência, embora a timidez (sim, eu sou tímido!) me tenha deixado preso por algum tempo ainda.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.camelo.recantodasletras.com.br
Paulo Camelo

avatar

Mensagens : 76
Data de inscrição : 18/11/2010
Idade : 69
Localização : Recife

MensagemAssunto: Re: ENTREVISTA COM PAULO CAMELO   Ter 23 Nov 2010, 18:37

Joseph Shafan escreveu:
3- Tenho um conhecimento de todo o seu esforço em auxiliar (e muito) a constituição da wikipedia em língua portuguesa, pelo que os usuários em língua portuguesa da web têm muito o que agradecer. Pergunto então, há quanto tempo você se envolve nesse grandioso trabalho de contribuição e o que você poderia nos contar a respeito da sua relação com a Internet?

É nisso que dá eu ter que utilizar meu pseudônimo para entrar aqui, porque o nome não entrava! Lá eu sou Polemaco.
Tomei conhecimento da Wikipedia por acaso, e vi que poderia editar os artigos. Fiz algumas pequenas edições ainda como anônimo, e depois me registrei (como Paulo Camelo). Era março de 2007.

Por conta de discussões e discussões sobre direitos de editores de aparecer como figurantes na Wikipedia (não preciso de dizer aqui que sou escritor, com livros publicados, membro de uma entidade que congrega medicos escritores, de cuja diretoria já participei), abdiquei, ali, de usar meu nome, e apresentei um pseudônimo (parte dele) que me proporcionou meu primeiro prêmio literário: Polêmaco. O pseudônimo é Polêmaco Lua (depois eu deixei de usar o circunflexo). É anagrama de Paulo Camelo. Com este pseudônimo já angariei outros prêmios, até que, em 2010, o apresentador da premiação do Congresso da Sobrames citou o pseudônimo e o nome, ao anunciar o premiado em trovas. Senti ali que teria que formar outro pseudônimo para esses momentos. Mas não deixo o Polemaco.

Há pouco tempo descobri que Polemaco era um dos discípulos de Sócrates. Mas não sei nada sobre ele.

Voltando à Wikipedia: Ali eu desenvolvo um trabalho de formiguinha para divulgação de nomes de nossa literatura (outros também, quando posso, estou divulgando), da minha terra, entro por outros temas de que tenho conhecimento suficiente para contribuir. E, quando não tenho tal conhecimento e sinto que preciso de editar, caio em campo, vou estudar o assunto, coletar dados, e faço novo verbete. Já criei perto de 200 verbetes. E editei muitos mais. Milhares. Desde contribuições grandes até pequenas correções de digitação e gramática. E espero continuar contribuindo, no que posso, com a Wikipedia.

Tem também a parte de fotografias. Eu tenho várias fotos minhas em utilização na Wikimedia, mas aí estou usando meu nome. Até porque a autoria das fotos é minha e assim tem que aparecer.


Última edição por Paulo Camelo em Ter 23 Nov 2010, 20:42, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.camelo.recantodasletras.com.br
Paulo Camelo

avatar

Mensagens : 76
Data de inscrição : 18/11/2010
Idade : 69
Localização : Recife

MensagemAssunto: Re: ENTREVISTA COM PAULO CAMELO   Ter 23 Nov 2010, 19:54

Perguntas enviadas por e-mail:

RONALDO RHUSSO escreveu:
4 - Fale um pouco acerca da Sobrames, inclusive acerca da época em que
se deu a sua filiação, bem como a organização atual, em especial no
estado de Pernambuco.

5 - Comente as suas Obras publicadas e mencione a que lhe deu maior
prazer em publicar? E por que?

6 - Ainda existe a crença (e parece que isso é um fato) de que Poesia
não vende. Concorda? Qual a sua opinião a respeito?

7 - Quais suas principais influências na hora de escrever?

8 - O que, em sua opinião, as Editoras esperam do escritor e o que lhe
parece mais atrativo ao público (generalizando) no tocante à
Literatura em geral no sentido comercial?

9 - Transita em alguma outra arte? Em caso afirmativo, qual?

10 - Qual o seu próximo projeto?

11 - O que pensa a respeito desses textos de catorze versos
desprovidos de cuidados com a métrica e que as pessoas insistem em
chamar de soneto livre? Há mesmo o Soneto livre?

12 - Algum conselho para quem deseja se arriscar a se envolver com a
Arte poética?

4 - Sobrames - Sociedade Brasileira de Médicos Escritores - é uma entidade sem fins lucrativos voltada para a literatura (e para outras artes) praticada por médicos. Eu entrei em março de 1988 e ali permeneci, na regional pernambucana. Nela já participei como membro de algumas diretorias, como tesoureiro, secretário, vice-presidente, presidente, e agora sou secretário novamente. A regional de Pernambuco é uma das regionais mais atuantes, com cerca mais de 70 associados (este número varia sempre e não sei decorado). Edita o Boletim Sobrames, de periodicidade mensal, e a Revista Oficina de Letras, de periodicidade variável, procurando ser semestral mas mantendo ao menos um número anual.

5 - Em literatura, eu tenho 15 obras publicadas. Alguns livros maiores, outros pequenos, porém cada um com sua peculiaridade, cada um com sua importância. Desses 15, dois foram publicados em co-autoria: um com lisieux (que conheci na internet) e outro com os poetas Carlos Severiano Cavalcanti e Rosa Lia Dinelli. Dos 15, 2 são de literatura de cordel, um é de arte poética (didático), um é de contos e um é dicionário. Os outros são de poemas.
São eles: Antes da aurora - poemas; Contrastes - coroa de sonetos; E eu só queria votar... - martelo agalopado ou gabinete; Eu amantge louco; Coroas de uma coroa; Coroa de sonetos da Via Sacra; Coroas de sonetos a quatro mãos; Pequeno glossário etimológico médico; Glosas, sonetos e outros poemas; O ritmo no poema; Sopotocas; A história do gringo e do vendedor de bode; Tresafio; Inibido canto; Trovas.

6 - Realmente, poesia não vende. Não da forma como são vendidos outros livros. A literatura de ficção não é muito vendida, como um todo. O leitor gosta mais de livros de autoajuda. Fora esses, só os de autores já consagrados e os que são propagandeados pela mídia.

7 - Não sei. Vai depender da influência. Pode haver um desafio (e eu adoro desafios, muitos dizem isso), uma frase pinçada em um texto de terceiro, um sentimento reacendido ou trabalhado na mente para aparecer, ou outras influências. Nenhum poeta famoso exerceu sobre mim nenhuma influência (pelo menos conscientemente). Mas eu gosto do estilo de Vinicius de Moraes, um pouco do de Caetano Veloso, algo de Augusto dos Anjos, Chico Buarque e não muito mais que isso. Nada dos antigos, nada dos famosos: João Cabral, Drummond, Fernando Pessoa, Castro Alves, etc.

8 - As editoras esperam uma boa venda de uma boa tiragem. Só. Se o livro é de poema ou uma história de um passeio, se é autoajuda ou um diário, vai depender da aceitação do público. Um segmento que tem sido bem explorado é o de literatura infantil.

9 - Não na mesma intensidade quanto na literatura. Mas eu gosto de fotografia. Fotografia da natureza, em especial. Já fiz duas exposições de fotos de flores. Fui um dos poucos brasileiros (algumas centenas apenas) a fotografar o cometa Halley em 1986.

Já arrisquei alguma coisa na música, mas sou muito fraco.

10 - Tenho um projeto antigo, porém distante de ser alcançado: escrever um romance.

11 - Soneto é a forma mais bela de poema. Pena que algumas pessoas não entendam isso e queiram deformá-lo. Pena que a vontade de ser sonetista, para alguns, seja tão grande (talvez dê status), mas eles esquecem de estudar, de praticar, e acham que sabem mais dos que o mundo todo. É certo que o soneto, como quase tudo neste mundo, sofreu evolução, abriu um pouco sua hermeticidade, sua rigidez de formação, mas tal evolução não o descaracterizou. Melhor: deu-lhe mais atração. No entanto, o que vejo, muitas vezes, é alguma coisa com 14 versos querendo ser um soneto. O mesmo vejo com a trova. Essas duas formas são mais visadas pelos aprendizes. Ninguém (ou quase ninguém) inventa de fazer uma sextina sem regras, ou outras formas fixas menos conhecidas. Mas acham bonito dizer que escreveram um soneto. Vi, até, quem tenha feito uma imitação de poema com a denominação de soneto.

12 - Poesia é sentimento. O resto é momento. O sentimento se mostra de várias formas. Até - sei eu - de forma não poética. Mas a demonstração da poesia tem que ser apresentada com rigor de detalhes. Diz-se bem que um poema exige 10% de inspiração e 90% de transpiração. Este é o conselho que deixo a quem quer escrever poemas: pratique, estude, leia, ouça os que já estão em patamar mais alto, entenda as razões de ser de cada característica (ritmo, musicalidade, poesia), e não desista com os primeiros tropeços. Apenas aceite-os e não ache que já sabe demais para desprezar as críticas e os ensinamentos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.camelo.recantodasletras.com.br
rommel

avatar

Mensagens : 186
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 29
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: ENTREVISTA COM PAULO CAMELO   Qua 24 Nov 2010, 01:06

ADOREI! ADOREI! ADOREI!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.poesiaretro.blogspot.com
Alexandre Tambelli



Mensagens : 11
Data de inscrição : 18/11/2010

MensagemAssunto: Re: ENTREVISTA COM PAULO CAMELO   Qua 24 Nov 2010, 04:56

Também gostei bastante Rommel!

Ótimas considerações Paulo, parabéns!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
rommel

avatar

Mensagens : 186
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 29
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: ENTREVISTA COM PAULO CAMELO   Qua 24 Nov 2010, 05:54

13- Camelo, você poderia listar seus livros aqui acompanhados por ano?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.poesiaretro.blogspot.com
Paulo Camelo

avatar

Mensagens : 76
Data de inscrição : 18/11/2010
Idade : 69
Localização : Recife

MensagemAssunto: Re: ENTREVISTA COM PAULO CAMELO   Qua 24 Nov 2010, 08:59

rommel escreveu:
13- Camelo, você poderia listar seus livros aqui acompanhados por ano?

1 - Antes da aurora. Recife:Nova Era, 1987.
2 - Contrastes - coroa de sonetos. Recife: Barreto, 1992.
3 - E eu só queria votar... - Martelo agalopado ou gabinete. Recife: Fundarpe, 1994. (Prêmio Lourival Batista de Literatura de cordel, do Concurso Literário Estado de Pernambuco, 1992.) (ISBN 85-7240-012-5)
4 - Eu amante louco. Recife: Barreto, 1995.
5 - Coroas de uma coroa. Recife: Bagaço, 2002. (ISBN 85-7409-335-1)
6 - Coroa de sonetos da Via Sacra. Recife: Paulo Camelo, 2003.
7 - Coroas de sonetos a quatro mãos. Recife: Paulo Camelo, 2003. (Em coautoria com Lisieux Souza.)
8 - Pequeno glossário etimológico médico. Recife: Paulo Camelo, 2003.
9 - Glosas, sonetos e outros poemas. Recife: Paulo Camelo, 2004. (ISBN 85-904262-1-1)
10 - O ritmo no poema. Recife: Paulo Camelo, 2004. (ISBN 85-904262-2-X)
11 - Sopotocas. Recife: Paulo Camelo (Impressão: Barreto), 2007. (ISBN 978-85-904262-3-3)
12 - A história do gringo e do vendedor de bode. Recife: Paulo Camelo, 2007. (ISBN 978-85-904262-4-0)
13 - Tresafio. Recife: Paulo Camelo, 2009. (Em coautoria com Carlos Severiano Cavalcanti e Rosa Lia Dinelli.) (ISBN 978-85-904262-5-7)
14 - Inibido canto. Recife: Paulo Camelo, 2009. (ISBN 978-85-904262-6-4)
15 - Trovas. Recife: Paulo Camelo, 2009. (ISBN 978-85-904262-7-1)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.camelo.recantodasletras.com.br
rommel

avatar

Mensagens : 186
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 29
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: ENTREVISTA COM PAULO CAMELO   Qua 24 Nov 2010, 09:21



Agradecido.
Aliás, adoro sua coroa de sonetos da Via Sacra
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.poesiaretro.blogspot.com
JUDAHBEN-HUR

avatar

Mensagens : 23
Data de inscrição : 19/11/2010

MensagemAssunto: Re: ENTREVISTA COM PAULO CAMELO   Qua 24 Nov 2010, 11:28

Ficou excelente pela tranquilidade e pertinência das respostas do poeta!


Última edição por JUDAHBEN-HUR em Qua 24 Nov 2010, 13:12, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
rommel

avatar

Mensagens : 186
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 29
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: ENTREVISTA COM PAULO CAMELO   Qua 24 Nov 2010, 11:31



"Poesia é sentimento. O resto é momento."

Paulo Camelo



Adoro esta frase do autor, tinham que fazer uma tese em cima dela de tão rica, profunda e fidedigna
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.poesiaretro.blogspot.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: ENTREVISTA COM PAULO CAMELO   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
ENTREVISTA COM PAULO CAMELO
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Podcast Revolution #013 - Entrevista com Tio Alex.
» Entrevista com Leticia Tomazini
» MB 326 A Finalizado em 13/11/2008
» Assis Chateaubriand, ou simplesmente Chatô
» Almoço do Café na Casa do Ogro 08/05/2010 Fotos e Video

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Descanso das Letras :: SOBRE O DESCANSO DAS LETRAS :: ENTREVISTA COM O AUTOR-
Ir para: