Descanso das Letras

Discussão acerca de Literatura
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Arriscando Cordel até aprender

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Arriscando Cordel até aprender   Qui 18 Nov 2010, 22:08

Vejo esse mundo servil, sem porteira
como ilusão que é verdade e eu gosto.
Mas desconfio de que pouco eu desgosto
quando se trata do que é brincadeira;
quando se trata de ver de cadeira
mundo revolto e eu me volto em mim mesmo.
Como dizer: "-virtual, és a esmo,
pois nada em ti é de fato velado."
Se eu já nem sei se o focinho cortado
deu de comer transformado em torresmo.

Só p'ra rimar que eu confundo a cabeça
que tá vazia devido ao cansaço.
Ontem foi dia letal, pois mormaço
me desespera, faz com que enlouqueça
essa cachola que já é espessa.
Nem vou passar desse tento, eu confesso
porque na rima menor já tropeço!
Vou-me deixar por Morfeu enlaçar
antes de, sobre o teclado, babar,
fiquem com D'us que eu aqui me despeço.


Ronaldo Rhusso


Última edição por RONALDO RHUSSO em Seg 08 Out 2012, 14:12, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
Paulo Camelo

avatar

Mensagens : 76
Data de inscrição : 18/11/2010
Idade : 69
Localização : Recife

MensagemAssunto: Gaita galega   Sex 10 Dez 2010, 20:09

A gaita galega - ou moinheira - é pouco utilizada como verso decassílabo nos poemas de língua latina. Mas se vê com maior frequência em letras de música - às vezes em hinos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.camelo.recantodasletras.com.br
daisy aguinaga

avatar

Mensagens : 22
Data de inscrição : 18/11/2010
Idade : 70
Localização : Minas Gerais

MensagemAssunto: CORDEL PARA D. DILMA III   Qui 23 Dez 2010, 06:16

CORDEL PARA D. DILMA III

Vejam só, mas quem diria
D. Dilma é Presidente
Ela que pouco sorria
Vive agora sorridente
Lula deu sua mãozinha
Ou melhor, um empurrão,
A posse já se avizinha
Foi preparado um festão.

Os ministros escolhidos
No primeiro escalão
Muitos foram preteridos
Caem na oposição.
E como foi prometido
Tem mulher nos ministérios
Sem ligação com Partido
Foram outros os critérios.

Agora só esperar
O quem vai acontecer
Quem sabe até ajudar
Para não retroceder
Segurar a inflação
Proceder ao crescimento
Evitar corrupção
(este o maior tormento!)

E Lula, ex-presidente
Jamais será esquecido
Fez o que pode pra gente
E foi muito divertido.
Agradeço o que ele fez
Houve de fato mudança
Dilma agora é sua vez
Mantenha nossa esperança.


**

HOMENAGEM

CORDEL PARA LULA II


Lula, nosso Presidente
Vai terminando o mandato,
Foi um grande dirigente
Um Estadista de fato.
Enfrentou a imprensa dura.
Encarou a oposição.
Tudo mudou de figura,
Depois de sua eleição.

Sendo um bom Presidente,
Com gente boa ao seu lado
Deu um rumo diferente
Ao País tão explorado
Sua firme decisão,
Mudou muito o Brasil
Dando a essa geração
Um novo e belo perfil.

Quanto à reforma agrária
Ficou só na intenção
Porque a agropecuária
Não muda fácil de mão.
Lula enfrentou os Credores
Com firmeza e prontidão,
Dispensou ‘novos favores’
Acabou com a exploração.

Com sua Diplomacia,
Viajando ao Exterior,
Arranjou mais parceria
Num comércio promissor.
O Brasil se faz presente
Na cena internacional
Merecendo o Presidente
Um grande Prêmio Global.

Foi em frente o Companheiro
E fez a sua mudança,
E deu ao povo brasileiro
No País mais confiança.
E chega ao fim o seu mandato
E se aproxima um novo pleito
Peço ao novo candidato
Não estrague o que está feito!

(Publicado no Recanto das Letras em 28/01/2010)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Qua 01 Fev 2012, 18:36


Realidade

Sei que anjos veem distante,
Mas cadê que eles se enxergam?
E quando suas asas vergam
Pode haver ser mais massante?
Não suporta um rasante...
Já não pode proteger
A si mesmo ou outro ser,
Pois com fim já decretado
Vai definhando calado;
Vai morrendo sem morrer.


Anjo velho e imprestável
É enfado ao Universo!
Antissocial, disperso
Do real. Que lamentável!
O passado, memorável,
Fica até envergonhado!
Fica desmoralizado
Pelo atuar escasso
Coroado de fracasso
Digno de ser lamentado...


Sobe frágil a montanha
E o olhar fica perdido
Fixo em algo já vivido:
Em uma antiga façanha
Que foi grande, foi tamanha
A ponto de ser lembrada,
Mas que já não vale nada
Porque sabe em seu eu
Que passado é pra museu
E pra alma amargurada...


Homem Raio envelhece
E se torna olvidado.
Sabe que ser rejeitado
É algo que lhe acontece
Porque de fato merece.
Sabe que não tem futuro
E que mesmo sendo duro
Escutar o coração
A dizer-lhe um outro não
É melhor que um sim escuro...


Resta-lhe olhar pra frente
Porque ele ainda tem brio
E encara a sangue frio
Sua condição recente,
Pois se é anjo é decente
Mesmo velho e dispensável.
Anjo é sempre um ser amável
E consegue até sorrir
Do inútil existir;
Tem um humor invejável!


Quando declarou amor
Uma ou outra vez na vida
Foi um sentir sem medida
Cheio do mais puro ardor
Do tipo que dói sem dor!
Para uma existência
Amar e com excelência
Duas vezes é tão raro
Que para encerrar declaro:
É uma linda experiência!


Ronaldo Rhusso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Brincando de Quadrão   Ter 06 Nov 2012, 18:46

Se eu disser que é meia fome
Você diz que é fome inteira
Se eu disser socialmente
Você diz que é bebedeira
Se eu disser meio bobão
Você diz muita bobeira
Se eu disser que é de lezeira
Você diz que é bestalhão...

Se eu disser que é meia ceia
Você diz que é meio pão
Se eu disser que é meio pão
Você diz que é meia ceia
Se eu disser que é meia quadra
Responda que é quadra e meia
Quando eu disser quadra e meia
Me diga que é mei quadrão...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Ter 09 Jul 2013, 21:05

TERÇA-FEIRA, 9 DE JULHO DE 2013
Repente no Facebook


Ronaldo Rhusso:

Qual tás tu, mestre Camelo?
Eis que as preces vão subindo
e teu fã aqui pedindo
novas qual anjo sem sê-lo...
Haverá alguém com zelo
a dizer de teu estado?
Que por D’us ‘tejas cuidado,
mas ainda entre nós
teus alunos que a sós
teus versos têm ansiado?

Qual tás tu, Paulo, o doutor
dos versos padronizados;
dos Sonetos rebuscados?
Tu que rimas dor e ardor;
rimas gris com viva cor;
que compões com grande astúcia
versos para Carmen Lucia
quem por trás do doutor mestre
forte e rara qual cipreste
livra-o de toda súcia...

Qual tás tu, há quem o diga?
Estás só convalescendo
com a mente aquecendo
dando fruto feito espiga
cujo grão bonito instiga
a criar com maestria
verso que faz noite dia?
Ou será que teu estado
inspira maior cuidado?
Temo eu e a Poesia...

Paulo Camelo:

Eu estou quase sarado,
amigo Ronaldo Rhusso.
Me dói somente se eu tusso
a cicatriz. Já curado,
eu ando pra todo lado,
mas não corro, ainda, não.
Pra dirigir, meu irmão,
minha família não deixa,
mas essa é só uma queixa
que eu deixo logo de mão.

Uma hernioplastia
é cirurgia pequena.
O anestesista - que pena! -
quase não ganhou. Eu via
quase tudo, eu não dormia
- ou imaginava assim -
tudo passava por mim
e eu ouvia quase tudo.
Em dez minutos, contudo,
tudo chegou a seu fim.

E agora, ainda parado,
sete dias de licença,
não há ninguém que convença
ficar apenas deitado.
Não vou ser equiparado
a um carro na oficina.
A medicina me ensina
que o exercício me ajuda.
Num instante tudo muda,
assim diz a medicina.

Ronaldo Rhusso:

Tu és forte, és cientista!
Sabes do melhor cuidado;
sabes que ficar deitado
pra dormir há quem resista,
mas saúde logo dista
se é vã a permanência,
visto dizer a Ciência
que o leito em via extensa
mata mais do que a doença
ou promove a indolência.

Resta agradecer a D’us,
grande cientista mor,
que nos conhece de cór
(somos todos filhos Seus,
crentes ou mesmo os ateus).
Ele cuida, Ele doutrina
e concede cada sina
tanto quanto suportamos.
Há na alma dos humanos
a essência, sim, divina!

Já que vejo, e de bom grado,
que te recuperas bem
em uníssono o Amém
com o anjo do teu lado
é meu “silencioso brado”!
Vamos, então, adiante
nesse versejar grimpante,
pois se pára a Poesia
vai-se junto a alegria;
vai-se o belo doravante...

Paulo Camelo:

Poesia eu sempre tenho
mas me falta inspiração
de vez em quando, ou então
já não é forte o engenho.
Entanto, nisso me empenho
e adiante eu vou andando,
mesmo agora, mesmo quando
a inspiração me faltou.
dou a volta e alço voo
e vou-me embora voando.

Ronaldo Rhusso:

Inspiração é donzela
envolvida em timidez
que reluz, tem bela tez,
mas esconde-se da tela.
Não se da em passarela,
mas na mente do poeta,
ei-la tenra e irrequieta
saltitando qual menina
que sua parte mais fina
não esconde, não, não veta!

Paulo Camelo:

Inspiração é também
a espera da estrela guia,
ver estrela à luz do dia,
e não correr de ninguém.
Inspíração é um bem
que a todos nós, quando falha,
a mente logo embaralha
e o lápis pesa na mão.
Mas me chega a inspiração
e eu caio na mesma malha.

Inspiração me transforma
em um menino, um moleque.
Eu vejo Marli Bulek
e insisto na velha norma:
aqui ninguém se conforma
em vê-la longe de nós.
Não tem contra, só tem prós
e você de voltar trate.
Poeta do seu quilate
é raro, ouça essa voz.

Ronaldo Rhusso:

Já eu trago essa danada
em rédea curta demais
ela, então, me satisfaz
qual me fosse enamorada,
nunca ficando amuada...
No entanto a mente acusa:
“essa moça é quem me usa”!
E eu aqui, pobre iludido
vou rimando repetido
em Redondilha difusa!

Nilza Azzi ...

“que compões com grande astúcia
versos para Carmen Lucia
quem por trás do doutor mestre
forte e rara qual cipreste
livra-o de toda súcia...”

Estes versos ficaram perdidos lá no início do repente, mas em minha opinião são uma pérola.

Paulo Camelo:

E a redondilha eu sustento
e vou além - penso: quase! -
para chamar Nilza Azzi
e ela meu pensamento
já leu e nesse intento
veio antes que eu chamasse.
Poeta de muita classe
é assim: chega depressa.
Não é àquela. É a essa
que eu cuido não me embarace.

Nilza Azzi:

Chamou, entanto eis-me aqui!
gritando qual bem-te-vi,
ao defender território.
Junto a talento notório,
nem sei que faço da vida,
mas sou muito empedernida,
se me assopram, vou c’o vento.

Ronaldo Rhusso:

Marli Bulek acompanha
e Nilza Azzi elogia.
Essa tem co’a Poesia
amizade e muita manha!
Pois eu digo: não se acanha
quando o caso é um Repente!
Ela demonstra pra gente
que tem toque imensurável
versejando irretocável
pondo pra longe o plangente!

Nilza Azzi:

Sim, é fato, eu digo, quase,
não passo uma hora ou dia,
sem tratar co’a poesia,
sem dela me aproximar.
Ela tem o seu lugar
de honra, é a companheira
e, se leva a dianteira,
só não me ganha do amor.
Digo isso, sim senhor,
pois o Amor é a minha eira.

Ronaldo Rhusso:

Desembesto e vou rimando
Matando dor e saudade
Porque a vida é brevidade
Não se cansa, vai passando
Enquanto fica-se olhando.
Eu na serra vendo o mar
E esse frio a me “queimar”,
Mas sou grato e com ardor,
Porque quando vem calor
Não consigo suportar!

Paulo Camelo:

Só não me deixou a arte,
porque esse tal de engenho
- inspiração - eu não tenho
há muito tempo. Destarte,
eu olho pra toda parte
e a procuro pra voltar,
chamo, imploro, tomo ar
e vou chamá-la de novo.
Quem sabe um fôlego novo
eu encontro? Vou tentar.

Nilza Azzi:

Doutor Paulo, pois que atente,
que logo retoma o jeito
e faz um verso de efeito,
daqueles que ninguém faz
com tanto jeito e nos traz
enlevo pelo improviso...
Esqueça um pouco o juízo
e trabalhe no descanso
mande pra longe esse ranço,
pois repentear é preciso.

Paulo Camelo:

Que jeito que eu vou tomar,
se não me chega a danada,
se já não escrevo nada
que me agrade? Vou tentar
outra vez, pra não parar,
mas é difícil dizer
que essa tal quer fazer
algo comigo. E eu com ela
também quero fazer trela,
mas não sei se vou poder.

Ronaldo Rhusso:

Tentativa sucedida
Muito bem eu reconheço!
Tu tens dela grande apreço,
Visto ser a tua vida.
Poesia é tua guarida
Forte, certa... É companheira!
Não te deixa na traseira
Dessa lida às vezes dura
E outras vezes com ternura.
Poesia é mãe primeira!

Nilza Azzi fala forte
porque tem a valentia
em rima que, luzidia,
lhe traz muso por consorte
e, eis, escreve por esporte!
Eu aqui esmerilhando
minha mente vou rimando
lembrando tempo bonito
que deixava o infinito
mui mais perto, mui mais brando...

Paulo Camelo:

Mui mais perto, mui mais brando,
mui mais forte, bem o sei.
Vocês dois fazem a lei
e eu, por meu lado, contando
as vezes em que meu comando
me deixa escrever assim.
Um repente é mais um fim
que eu dou à inspiração.
Nilza e Ronaldo, esses não
têm problemas, fazem, sim.

Nilza Azzi:

O problemas logo esqueço:
repente tá no meu sangue,
como o lodo está no mangue...
Vacilando no começo,
logo acerto, o estro aqueço
e, embora meio sem treino,
nas rimas pobres me embrenho,
mas não ligo muito, não...
O que vai no coração
me vale, é tudo que tenho.

Paulo Camelo:

Nilza Azzi começou
mas retirou o seu verso.
Creio eu que esteja imerso
em um mistério. Esse eu vou
esperar que saia. Estou
há muito tempo escrevendo
e a mente vai encolhendo
e já não sai quase nada.
O que é que eu faço, danada,
pra não fazer mais remendo?

Ronaldo Rhusso:

Fazemos como impelidos
Por impulso diferente
Que nos faz um c’o repente
E nos deixa estarrecidos!
Poetas ensandecidos,
Ávidos pelo rimar
Sonho com realizar,
Riso com a tempestade,
Choro com linda amizade,
E esmero com amar!

Nilza Azzi:

O que faz um bom repente
é sempre essa liberdade
e nos julgar, ninguém há-de,
por nosso impulso e avidez...
O que se aprende uma vez,
como andar de bicicleta,
na poesia é como seta;
na memória fica inscrito
e, se o poema é bonito,
o leitor jamais nos veta.

Ronaldo Rhusso:

O que faz um bom repente,
Dou a minha opinião,
É pegar o sol co’a mão
E beijar a Lua ardente.
É pensar tão diferente
Que deixe escandalizado
Esse mundo apavorado
Com as guerras e conflitos.
Nós soltamos nossos gritos
E eis o mundo iluminado!

Paulo Camelo:

E chegou a minha vez:
O que faz um bom repente
a sustentar essa gente
em frente à tela? Estes três
escrevem tanto e - talvez -
escrevam mais e melhor
sem esquecer, bem de cor,
tudo que nos vem à mente.
O que nos faz um repente?
Faz isso tudo... e melhor!

Paulo Camelo, Ronaldo Rhusso e Nilza Azzi
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Dom 01 Set 2013, 10:13

A Hora Do Brasil

Rádio já foi Poesia!
As famílias reunidas
ouvindo as novas vencidas;
encerrando um longo dia
era a hora em que se ouvia,
ditas de modo sutil
em locução varonil,
(do Oiapoque ao Chuí;
do Acre até nós aqui)
a Hora e a Voz do Brasil...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Dom 01 Set 2013, 10:25

ROCK’N’RIO

Rock qual bomba eclodindo
E eu olhando pra você.
Pensei: - Ela nem me vê!
Alto falante explodindo...

Então vi você sorrindo
Ai, Jesus! Que tentação...
Dei-lhe logo o coração

E lhe beijei um bocado!
Isso é que é Mourão Voltado!
Isso é que é voltar Mourão!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Seg 09 Set 2013, 17:58

Grande Gandhi...

Se eu disser que é Grande Alma
você diz que é Alma Grande.
Se eu disser que é o Mahatma
você me diz ser o Gandhi.
Se eu disser inflija dor
você diz: dor infligida!
Se eu disser vida e amor
você diz: amor a vida
Se eu disser “não violência”
diga: violência não!
Se eu disser é meia quadra
você diz ser quadra e meia.
Se eu disser é quadra e meia
você diz ser mei’ quadrão!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Sex 27 Set 2013, 12:38

I
Teu beijo molhado
não posso olvidar.
Teu ser desvelado...
Que mais desejar?

II
Vãos são os momentos
Se são sem você.
São meros tormentos
Sem que, sem pra que...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Sex 27 Set 2013, 12:39

Envolvidos...

Eu gozo a minha sina,
pois muito me interesso
em ser só seu, confesso.
Você: minha menina!
Nem sei onde eu começo
e onde você termina...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Sex 27 Set 2013, 12:52


O filme...

Nem o céu foi muito azul
Nesse drama surreal
Não venceu o Bem nem Mal
Poderia ser Seul,
Mas foi lá no velho Sul
Onde se desenrolou
Trama que imortalizou
O Clark Gable, Vivien Leigh
E o sorriso da Hattie.
Mas tudo o Vento levou...

O sábio...

O Cristóvão de Colombo
usa do Eclipse segredo
e alimenta, enfim, seu lombo
pondo no Ameríndio o medo...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Sex 27 Set 2013, 12:59

Olvidado...

Ribatejo e Alentejo
viram tremer suas bases
(da Terra uma das más fases).
Em Lisboa o sacolejo
foi sem seca, foi sem pejo!
Os culpados? Os Jud’us!
Novos cristãos quase ateus,
mas foi mesmo natural
Terramoto em Portugal.
Mal não foi obra de D’us!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Sex 27 Set 2013, 13:00


Mudanças...

Por falta do que fazer
ou foi falta dos dez dias?
Às vezes mentes vazias
não se deixam esquecer
mesmo depois de morrer...
Encolheu-se aquele ano
a pretexto de um engano
do antigo Calendário
que diziam ser precário
e virou Gregoriano.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Sex 27 Set 2013, 13:04

Necessitas-me...

Ah! Amor não vês que ainda perdura
teu sentir, por mim, qual era dantes?
Sei que meu agir tornou-te dura,
mas nem era eu, assim, pedante...
Abre mão da mágoa que ora sentes,
pois mais importante é ser feliz.
Tu mesma disseste que pressentes
que, sem mim, serás muito infeliz...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Sex 27 Set 2013, 13:05

Nina Simone

Pássaros voando alto
E aqui tenho um sobressalto
alma linda, tez basalto
voz do grave até contralto
o amor, oh, de ardor falto
nova vida eu nem ressalto...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Sex 27 Set 2013, 13:06

Gozo alto!

Vem amor a mim e diz
quanto você foi feliz

Fiz nascer nessa calçada
sua face em traço, em giz

Diz se era de verdade
ou se o gozo era de atriz

Belas tíbias separadas
e eu a plantar a raiz

Cada grito incentivava
a aumentar minha motriz

Loucos nós nos revezávamos
transmutando em geratriz

Essa paixão sem controle
propagada por Hafiz!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Sex 27 Set 2013, 13:06

Fonógrafo

Gira a manivela e dele ecoa
sonante sonata e também ela
ouve e se debruça na janela;
sorve impuro som que longe soa.

Ária de Beethoven, belo loa
para essa que passa, outra donzela...
E eis que lá na praça nasce em tela
pássaro que canta, encanta e voa.

Gira a manivela não destoa.
Dá-se que essa classe de aquarela
mostra lá no fundo a fúria dela,
flagra de beijar bom em hora boa...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Sex 27 Set 2013, 13:07

Reforma-te!

Oh! Tu, Noiva, que lívida te deste
em prostíbulo, Noiva, te expuseste!

Eras pura e tornaste a ti profana...
Vil metal, eis razão da tua gana!

Rapariga de soldados sem Espada
desejosos de pôr-te uma arrecada.

És escrava e a prole que te forma
mais e mais à Verdade, eis deforma...

Só a fé justifica e tu nem sabes!
Volta ao primo amor antes que desabes...

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Sex 27 Set 2013, 13:11

A Crise. E agora?¹

Destruir o Sistema,
construir nova vida²,
outro dia outra lida...
Do Soares o Lema...

¹Título do livro publicado por Mario Soares em 2005.
²Relatório de Mario Soares – 1973.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Sex 27 Set 2013, 13:17

Perigoso olhar...

Sua dança conquistava a quem, sério, acompanhava
seus quadris serpenteantes. De seus olhos penetrantes
brilho fúlgido emanava. Resultado: enfeitiçava
a quem nunca vira dantes dança e olhar fascinantes.
Mas se enganavam os amantes, pois àquele olhar instantes
era do que precisava e ela a tudo espionava.
Mas foi presa por tirantes e em seguida alguns infantes
com tristeza que espantava, Mata Hari¹ fuzilava...

¹Mata Hari em Malaio ou Língua Indonésia significa “Olho da manhã ou, literalmente, “Sol”.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Sex 27 Set 2013, 13:18

Por pouco tempo...

Querer mudar de vida
é ter um sonho em mente,
sorver da dura lida,
viver ao risco rente...

Conter lá na garganta
o ser sem vida, o mito,
prender o que agiganta,
e ver roubarem o Grito!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Sex 27 Set 2013, 13:20

O sorriso inimitável...

Marco parco não senhor!
Na verdade a liberdade
na lança de uma nação
empunhada em punho forte
apartando o Apartheid
que, sem segredo, segrega
envergonha, qual peçonha,
e se espalha feito palha
que levada ao vento leva
influência da doença
cujo efeito, o preconceito,
contamina e mina a glória!
Mas ao instar na História
não há cela nem procela
que detenha e a ele tenha
preso, privado pra sempre!
Vinte e sete certos anos
e ei-lo! Diga lá Madiba!
Viva a vida! Enfim vitória!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Qua 06 Nov 2013, 07:58

Dicionário...

Vai procurar no Aurélio e não demora, amigo,
o que se quer dizer com “ela é ferro e fogo”.
Vai procurar saber, esse é meu forte rogo,
por que o Sol é Hélio e tem “u” no umbigo!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   Seg 11 Jan 2016, 04:57



Décima em Redondilhas maiores (esquema rímico: abbaaccddc, mas pode variar), o Mourão Voltado é muito usado por repentistas. A ideia é que haja o Desafio. O desafiado responde o Mourão a partir do último verso deixado ou apenas usa o Mote (tema) do desafiante. Zé Ramalho, músico, compositor e intérprete paraibano cantou bastante o Mourão Voltado. 
 
O poema acima alude ao Rock’n’Rio que aconteceu pela primeira vez em 11 de janeiro de 1985. Aos 16 anos de idade fiquei “alucinado” sob o som pesado do Iron Maiden, Ozzy Ousborne, Queen... Mas nada foi mais marcante do que certa portuguesinha que só vi naquela noite em meio às duzentas mil pessoas... Nem lhe perguntei o nome... Aonde está você, garota?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Arriscando Cordel até aprender   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Arriscando Cordel até aprender
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Uma Quota que vai aprender como andar no forum
» Pra quem quer aprender a esculpir!
» Olá tudo bem!!!
» apresentaçao
» OLÁ

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Descanso das Letras :: PRODUÇÃO LITERÁRIA :: Cordel-
Ir para: