Descanso das Letras

Discussão acerca de Literatura
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Poema Medieval

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Poema Medieval   Sab 17 Maio 2014, 12:19

Mia senhora algures escondida
Qu’inda assim me adorna o peito em dor
E deixa a mim o sal dela vertida
A lágrima comprida, o dissabor,
Não vede, sois essência de mia via vida
E morro qual perece o brio de ator
Que atua sem sentir do aplauso o olor
Deixando-lhe escapar do punho a brida?

Ronaldo Rhusso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
RONALDO RHUSSO

avatar

Mensagens : 1515
Data de inscrição : 15/11/2010
Idade : 48
Localização : Via Láctea

MensagemAssunto: Re: Poema Medieval   Sex 19 Jun 2015, 20:28



Comiseração...
I   Mia senhora algures escondida
 que, ainda assim, me adorna o peito em dor
 e deixa em mim o sal dela vertida,
 a lágrima comprida, o dissabor...
Não vede, sois essência de mia via vida
e morro qual perece o brio de ator
que atua sem sentir do aplauso o olor,
deixando-lhe escapar do punho a brida?

 
II  Senhora mia acuda o vosso servo!                                                                                                                                 Vós não ficastes, mas eis que ficou                                                                                                                                        a dor dessa saudade que conservo                                                                                                                              enquanto o vil destino vos levou.                                                                                                                                       Em mim o ventre arde e não reservo                                                                                                                                mais forças; a que tinha vos amou                                                                                                                                     com tanta gana e a força me deixou!                                                                                                                                 Mas vossa linda face, em mim, preservo...
 
III Mia senhora vós fostes mui cedo                                                                                                                                      e eu, lacaio vosso, não consigo                                                                                                                                      seguir avante; sinto muito medo!                                                                                                                                      Sem vosso olor me sinto em gran perigo!                                                                                                                           Periga, sim, findar meu pobre enredo.                                                                                                                                Vós me dissestes: “-Sois amado e amigo”!                                                                                                                            E respondi-vos: “- Sois mia vida e abrigo”!                                                                                                                            E agora a mim restou só vil degredo...
 
Ronaldo Rhusso (Em Oitavas)
 
 
 
 



Ronaldo Rhusso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ronaldorhusso.wix.com/ronaldorhusso
 
Poema Medieval
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Loja] Medieval Revistaria
» Pin Feira Medieval de Santa Maria da Feira
» Flor de Cerejeira - Sakura
» Vendo Figuras, Acessórios e Ferramentas - 09/05/2017
» Criações Livres

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Descanso das Letras :: PRODUÇÃO LITERÁRIA :: Oitavas-
Ir para: